Avaliação da intersetorialidade no Programa Saúde na Escola: Utilização da metodologia de avaliação rápida

Autores

Izabel do Rocio Costa Ferreira
Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Samuel Jorge Moysés
Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Beatriz Helena Sottile França
Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Simone Tetu Moysés
Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Sinopse

Este trabalho faz parte da tese de doutorado em Odontologia, vinculada ao Programa de Odontologia, Área de Concentração Saúde Coletiva, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, defendida por Izabel do Rocio Costa Ferreira, em fevereiro de 2012, intitulada Avaliação da intersetorialidade no Programa Saúde na Escola. Compõe-se da descrição (passo a passo) do uso da metodologia de avaliação rápida em uma experiência brasileira. Essa metodologia visa avaliar a efetividade das ações de promoção da saúde e foi proposta pela professora Lígia de Salazar, no Centro para o Desenvolvimento e Avaliação de Políticas e Tecnologia em Saúde Pública (Cedetes), da Universidade del Valle, em Santiago de Cali, Colômbia. A autora apresenta um guia de avaliação rápida que contém os componentes conceituais, estratégicos e metodológicos para a obtenção de informações que respondam às necessidades e demandas dos responsáveis pela saúde da população e atribuição dos gastos em saúde. O Cedetes conta com o suporte do Centro para a Prevenção e Controle de Doenças (CDC), dos Estados Unidos da América (EUA) e da Organização Pan-americana de Saúde (OPAS).

A intervenção em promoção da saúde avaliada neste trabalho foi o Programa Saúde na Escola (PSE), em especial a intersetorialidade entre os setores saúde e educação. A avaliação ocorreu no período de 2008 a 2011. A intenção foi dar voz aos atores envolvidos no PSE para o conhecimento de seus interesses no processo avaliativo, de maneira a aproximar a pesquisa acadêmica às reais necessidades dos serviços.

O propósito do manual é divulgar a metodologia para um maior número de atores promotores da saúde, de modo a facilitar sua utilização e dar suporte àqueles que estão trabalhando com a avaliação de ações promotoras de saúde. O guia de avaliação rápida proposto por Salazar (2004) apresenta-se como marco lógico dessa avaliação. A partir dele, fez-se a aplicação em uma experiência real, dando concretude ao guia e originando este manual.

Capa para Avaliação da intersetorialidade no Programa Saúde na Escola: Utilização da metodologia de avaliação rápida

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)
978-85-7292-311-8